A queda de um idoso é um dos acidentes mais comuns e, infelizmente, um dos mais perigosos. Na realidade uma simples queda pode originar lesões graves que levam a incapacidade temporária ou permanente ou, até mesmo, a morte.

Por norma, a maioria dos acidentes ocorre dentro de casa, durante a realização de tarefas domésticas (cozinhar, arrumar a casa ou até passar a ferro), mas existem muitos fatores (ambientais e médicos) que podem influenciar, tais como: 

Fatores Ambientais:
 -
Má iluminação na casa;
Tapetes soltos;
Casas de banho mal equipadas;
Chão molhado ou sujo;
Calçado inadequado; 
Escadas pouco seguras ou sem corrimões;
Banheiras muito altas;
Objetos espalhados no chão;
Fios elétricos;
Entre outros.

Fatores Médicos:
 - Género (por norma, as mulheres têm um maior risco de queda);
 - Medicação;
Sedentarismo;
Alterações da visão;
Alterações ortopédicas;
Estado psicológico;
Entre outros.

Ao longo do processo de envelhecimento, pode verificar-se uma diminuição da coordenação motora e défice de equilíbrio, aumentando assim o risco de quedas.

Prevenção de quedas – o que fazer?
O primeiro passo é perceber o que poderá, eventualmente, provocar uma queda e fazer algo em relação a isso. Perceber se poderá ocorrer por um fator externo ou se há alguma condição médica que eleve o risco de queda. 

Para prevenir as quedas, é necessário adotar algumas medidas, que irão facilitar o dia-a-dia:

1. Torne a casa mais segura.
 - Colocar tapetes antiderrapantes;
 - Instalar corrimões nas escadas, banheira e sanita;
Instalar luzes de presença, para evitar andar no escuro;
Libertar o chão de objetos onde possa tropeçar como livros, fios elétricos, calçado, vasos, etc.
Colocar os objetos que usa diariamente ao seu alcance.

2. Adote medidas nas suas atividades de vida diária.
 - Usar calçado apropriado, confortável e adaptado ao seu pé, evitar andar descalço ou de meias;
 - Levantar-se devagar e esperar alguns segundos até iniciar o movimento, de forma a evitar tonturas; 
Andar sempre com o telemóvel perto si.

3. Procure um Fisioterapeuta para ajudar a melhorar o seu equilíbrio e força.
 - Na Fisioterapia vamos ajudá-lo a realizar um plano de treino para o equilíbrio e força e resistência muscular adequado à sua idade e condição física; 
 - Se usa ajudas técnicas para se deslocar (bengala, canadianas, andarilho) é muito importante que a sua marcha seja avaliada por um Fisioterapeuta regularmente e que realize consigo o treino de marcha para correção dos seus movimentos e posturas; 
 - Pode fazer caminhadas regularmente.

4. Faça, pelo menos uma vez por ano, uma avaliação à sua visão.
 - Pode não estar com os óculos corretos ou ter desenvolvido alguma doença ocular que limite a sua visão.

5. Visite o médico para rever a sua medicação.
 - Se tomar medicação que o faça sentir sonolento ou com tonturas durante o dia, contacte o seu médico para ver se há alguma alternativa.

Um estilo de vida saudável, assegurar cuidados de saúde básicos, manter a casa segura e bem adaptada, e acima de tudo realizar um plano de prevenção de quedas por um Fisioterapeuta são essenciais para evitar quedas ou problemas de saúde mais graves.

Venha ter connosco ou se tiver alguma dúvida não hesite em contactar-nos.