Com a proximidade do verão, dos dias maiores e a vontade de reverter os excessos alimentares dos meses de frio, são recorrentes as lesões pela prática brusca de exercício físico intenso e não acompanhado.

As lesões dependem de vários factores, como o sexo ou a idade – entre outros - mas, a principal causa das lesões é a prática de exercício sem aquecimento muscular prévio. Podem também variar em função do local onde é praticado (ao ar livre ou em ginásios) e, claro, da modalidade.

Segundo o National Institute of Arthritis and Musculoskeletal and Skin Diseases. as entorses, edema, distensão ou luxação muscular, as lesões no joelho ou no tendão de Aquiles são as lesões desportivas mais comuns.

Para além do cansaço ou dor muscular após a prática de exercício físico, é importante estar alerta a sintomas como dores musculares prolongadas, inchaço, dormência ou dor intensa. Nestas situações é recomendada a interrupção, evitando riscos de lesão.

O tratamento destas lesões é por vezes difícil e poderá implicar a realização da fisioterapia.

Recomendamos que aposte na prevenção das lesões. Tome nota das boas práticas!
  • É importante fazer aquecimento para preparar os músculos e estimulara circulação sanguínea;
  • O mesmo quando termina o treino. Reserve algum tempo para alongar os músculos;
  • Tenha atenção à desidratação, especialmente em dias de calor, quando pratica exercício ao ar livre;
  • Use calçado adequado à modalidade e ao tipo de piso;
  • Beba água e descanse. Um treino mais intenso requer uma pausa de 48h para recuperação muscular.